IPO – participar vale a pena?

Por Edna Sacramento, CFP®


Em 2007 o Brasil recebeu mais de 60 novas empresas na bolsa de valores, com captação estimada superior a 50 bilhões de reais. Em 2020 a única bolsa do Brasil, a B3, teve 28 IPOs e dá sinais de sequência em 2021 ao receber novas empresas para abertura de capital. Afinal, as IPOs são uma alternativa interessante para o investidor?


A sigla IPO – Initial Public Offering em tradução livre significa Oferta Pública Inicial, sendo o movimento de capitalização que uma empresa faz através da emissão de ações em bolsa de valores. Este momento é muito esperado e causa muita expectativa, tanto que no primeiro dia de negociação o valor negociado em bolsa por ação pode ter grande oscilação. Neste contexto, a empresa Mosaico S.A. (MOSI3) iniciou em fevereiro 2021 na B3 e estreia das negociações (primeiro dia) fechou com alta de quase 97%! O movimento de alta não é regra, principalmente depois do IPO, uma vez negociando em bolsa de valores as ações terão oscilação com sensibilidade a informações gerais, oferta e demanda e dados específicos da empresa / ação podendo subir ou cair o valor por ação, o valor do seu investimento nesta sociedade.


Entre 2008 e 2019 poucas empresas vieram para bolsa, que, em número de empresas listadas é pequena no Brasil e não há grandes riscos nessa onda de IPOS. A taxa de juros básicos nos patamares atuais (baixa!!!) motiva o investidor a buscar alternativas e investir em ações.


Antes de pensar em participar do IPO de uma empresa é essencial ler o material publicitário e informações do prospecto da empresa com detalhamento da empresa. Informações relacionadas ao valor que a companhia/empresa pretende captar, faixa indicativa para o valor por ação, e detalhes sobre a estratégia operacional, tática, além do posicionamento da empresa estarão contidas nestes informes. Consulte material publicitário e prospecto da oferta no site da empresa ou na corretora que possui conta investimento.


Os tópicos abordados neste artigo não são recomendação ou indicação de investimento, são essenciais para qualquer pessoa entender mais sobre educação financeira.


Para saber mais sobre finanças e investimentos acompanhe os conteúdos da Multiplique, inscreva-se nos cursos ministrados e fique por dentro!